Santiago - Cadê a oposição?



Estamos a um ano das próximas eleições e até o momento não podemos notar nenhum trabalho de relevância da oposição em Santiago.

Há de fato, muitos boatos a respeito de alguns nomes, alguns dizem inclusive, serem nomes fortes para a tomada do poder. Porém, é notório a desorganização da oposição, há quem diga que, a oposição é oposição dela mesma.

Muito mais do que um "nome forte", para tirar os Progressistas do poder é necessário um trabalho a longo prazo, de prestígio aos olhos da comunidade. Não adianta ter formação superior em diversas áreas e nunca ter feito nada pela cidade ou até mesmo no bairro em que reside.

Hoje temos uma câmara com dois opositores, ou seja, o número é irrelevante quando há necessidade de bloquear um projeto de lei como o da doação de 8 mil reais para um artista renomado.

Então, para concluir, caso a tal oposição deseje algo, é necessário começar o trabalho agora, mas não para colher os frutos ano que vem, mas quem sabe noutra oportunidade. 

Comentários

Mensagens populares