Marcelo Brum afirma ter sido agredido por chefe de gabinete

O deputado Marcelo Brum, afirmou que foi agredido por seu chefe de gabinete, ao demiti-lo, nesta quarta-feira.

Segundo assessores do gabinete, o deputado levou socos no rosto e gritou por ajuda no corredor. Ainda de acordo com funcionários do gabinete, Brum foi ao departamento médico da Câmara e teve pequenos cortes na boca.
Por isso, recebeu um atestado e não participará dos trabalhos legislativos nesta quarta-feira.
Informações: Eduardo Barretto/ Época

Comentários

Mensagens populares