Governo do RS - operações tapa-buraco




Um decreto que ajusta a cobrança de ICMS sobre o asfalto foi publicado pelo Piratini nesta terça-feira (27). Por meio desse instrumento, o 
governo do Estado espera destravar as operações tapa-buraco nas rodovias gaúchas. Na próxima semana, a Secretaria Estadual de Transportes promete agendar novo pregão para compra de asfalto e, assim, tentar retomar a conservação das estradas.


O decreto publicado hoje restabelece a isenção na cobrança de ICMS para a venda de asfalto realizada ao governo do Estado, em toda a cadeia de comercialização. Até então, o governo do Estado já possuía isenção para compra do insumo das empresas. Essas mesmas empresas, porém, pagavam ICMS para comprar o material da refinaria da Petrobras.


A Secretaria de Estadual Transportes avalia que esse desajuste de preços estava inviabilizando a comercialização do insumo, o que fez com que a última licitação terminasse fracassada.


Conforme o secretário estadual de Transportes, Juvir Costella, o investimento em compra de asfalto até o final do ano será de cerca de R$ 40 milhões. Com a isenção ajustada, o secretário diz que terá cerca de R$ 12 milhões a mais para investir diretamente nas rodovias.


— Esse recurso será investido em tapa-buraco, manutenção ou até em outras áreas — diz Costella.


A medida, de acordo com a Secretaria de Transportes, também beneficiará as grandes obras de pavimentação e duplicação.


O governo vem contingenciando a compra de asfalto para as rodovias gaúchas desde setembro passado. A falta de investimento no setor provoca problemas de conservação nas estradas, com proliferação de buracos.


Informações: gauchazh

Comentários

Mensagens populares