A farra continua...





A Câmara dos Deputados reembolsou o deputado Marcos Feliciano (Podemos-SP) por um tratamento para correção de mandíbula e implante de coroas, que custou R$ 157 mil para a Casa.

O deputado afirma que sofria de bruxismo e usou isso para justificar a bagatela usada do dinheiro público: “Não há crime”.
Feliciano confirmou o valor do tratamento dentário e disse que sofria de dores crônicas relacionadas ao bruxismo. “Não desejo para ninguém”, afirmou. “Sou político e pregador. Minha boca é minha ferramenta”, conforme informa o Estadão.


O pedido de reembolso do parlamentar foi apresentado em abril à área de perícia da Câmara, mas foi rejeitado pela equipe técnica. Na avaliação do setor, havia uma incompatibilidade entre os valores apresentados e os preestabelecidos pela Casa. Com um laudo de seu dentista, Feliciano recorreu da decisão. A Mesa Diretora, formada por sete parlamentares, acabou aprovando o gasto.

Informações mbl news

Comentários

Mensagens populares