É possível recuperar as estradas com 8,5 milhões?




O governo do Rio Grande do Sul anunciou nesta segunda-feira (17) a destinação de R$ 301,4 milhões para obras em estradas gaúchas. Deste total, cerca de R$ 170 milhões serão destinados a 17 superintendências do Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer), e R$ 131 milhões, na retomada da duplicação da ERS-118.

Repasse para o Daer

Os R$ 170 milhões destinados ao Daer são do governo estadual e da Contribuição de Intervenção de Domínio Econômico (Cide). O montante será repassado para recuperação e conservação de rodovias e pontes estaduais, acessos municipais e sinalização.

Conforme o governo, análises foram feitas para estabelecer as prioridades de intervenção, como trechos em piores condições, demandas judiciais e conclusão de obras já começadas.

Para a superintendência de Santiago o valor destinado será de R$ 8,5 milhões e deve ser investido nos trechos entre Santiago e Bossoroca e de Capão do Cipó a Santa Tecla. 

Nota do blog:
Diante da situação crítica que encontra-se as estradas estaduais em nossa região, acho pouco provável que, com 8,5 milhões o Daer  consiga resolver os problemas. Levando em consideração que a administração de Santiago está injetando 10 milhões para pavimentação de algumas quadras, os 8 milhões é muito pouco para que seja feito um trabalho de qualidade em quilômetros e quilômetros de buracos. Aguardamos para ver... 



Fonte: g1rs

Comentários

Mensagens populares