Sessão Ordinária 13/05 Câmara de Vereadores

Acompanhei durante a tarde desta segunda-feira a sessão ordinária da câmara de vereadores de Santiago. Abaixo destaco a vocês os assuntos mais relevantes abordados por nossos representantes:

O Vereador Joel Oliveira destacou durante seu tempo que 08 poços artesianos estarão sendo abertos em Santiago nos próximos dias, conforme foi solicitado pela comunidade. O mesmo destacou também a reportagem do ZH, que trás a informação que, crescimento na abertura de novas empresas em Santiago foi de 40% nos últimos três anos.

Já o vereador Décio destacou o uso inadequado de agrotóxicos, principalmente o 2,4-D, salientou uma certa preocupação com nossa barragem, já que a mesma beira a lavouras. Décio, disse que buscaria mais informações sobre o produto, buscaria saber o quão longe o vento pode leva-lo quando aplicado e se a barragem corre risco de contaminação. A câmara de vereadores já buscou informações junto a CORSAN, a mesma tranquilizou que a água que chega as torneiras é 100% potável.
Outro ponto destacado pelo vereador foi em relação ao trânsito, em especial a Rótula Gibelino Minuzzi, solicitando ao poder executivo que ative a mesma, tornando a via de mão dupla ao menos até a rua Ciro Melo.
Décio cobrou também, que haja uma certa parceria entre o GHS e Prefeitura Municipal, para que médicos acompanhem os pacientes durante viagens, já que o município dispõe de UTI móvel.

Já o vereador Rafael Nemitz solicitou ao poder executivo uma faixa elevada em frente ao Mercado Guasso, próximo ao Hospital e uma na esquina da Convexo. Solicitou também ao executivo que faça reparos nas paradas de ônibus e de uma atenção especial para a iluminação publica, principalmente do Bairro São Jorge.

Minha opinião diverge de apenas dois pontos dos acima destacados.
Primeiro, as elevadas muitas vezes não beneficiam e sim atrapalham, ainda mais se forem construídas próximo a hospitais, dificultando acesso de ambulâncias. Outro ponto é que tivemos a abertura de muitas empresas sim, porem micro-empresas, que muitas vezes não há necessidade de contratação de colaboradores. Santiago precisa  de grandes empresas, que gerem muitos empregos, para que diminua a saída de jovens para cidades desenvolvidas.


Comentários

Mensagens populares